Cirurgia do Quadril


Artrosplastia de Quadril (prótese de quadril)

QUADRIL RAIO XArtroplastia de quadril consiste na substituição da articulação doente por um implante também chamado de prótese de quadril, fazendo com que haja a restauração do movimento e a retirada da dor.
Essa troca articular é realizada principalmente em um quadril com artrose avançada ou fratura de colo de fêmur, naquele em que o paciente apresenta dor, bloqueio articular, deformidade e comprometimento das suas funções.
Os principais motivos da necessidade cirúrgica são artrose e fratura do colo do fêmur. O quadril adoece, levando a artrose, que consiste na perda da cartilagem articular que pode ocorrer devido ao envelhecimento articular, ou por outras doenças como osteonecrose, reumatismos, displasia, sequelas de fraturas, doenças do quadril na infância, artrite séptica ou por motivos desconhecidos. Já as fraturas podem ocorre em paciente com idade avançada com fratura decorrente de acidente de baixa energia como queda da própria altura ou em pacientes jovens com traumas de alta energia como queda de grandes alturas e acidentes de trânsito.
A artroplastia de quadril tem o potencial de melhorar a vida dos pacientes, com a diminuição ou a retirada total da dor e restaurando o movimento da articulação. Mas a prótese de quadril só deve ser realizada após um bom acompanhamento com o paciente (nos casos de artrose), quando técnicas menos invasivas não puderem resolver o problema e a patologia de quadril estiver comprometendo gravemente a qualidade de vida do paciente.

Implantes de Quadril – modelos

Artroscopia de Quadril

Artroscopia de Quadril

Artroscopia de Quadril

A artroscopia de quadril teve vários avanços nos últimos anos, possibilitando a realização de vários procedimentos e sendo uma cirurgia menos invasiva, permitindo uma menor agressão cirúrgica, ajudando numa reabilitação precoce e com menor potencial de dor e complicações no pós operatório.
Mesmo não tendo uma abordagem tão ampla quanto à cirurgia aberta, a artroscopia pode ajudar grandemente nos distúrbios do quadril desde a sua realização para a finalidade diagnóstica como também na solução de várias patologias, as mais frequentes são impacto femoro acetabular, lesão labral, lesão ligamentar, corpo livre, condromatose, sinovite, tendinite, lesão condral, dentre outras. Sendo possível através do uso de micro-câmeras e instrumental especial, de pequeno calibre, ter acesso ao interior das articulações sem a necessidade de grandes incisões das cirurgias tradicionais.
As incisões na artroscopia são geralmente de um centímetro podendo ser utilizado 2 a 4 acessos. Ficando frequentemente com um bom aspecto estético no quadril, semelhante as outras artroscopias.
Mesmo com a aparência de ser menos invasivo e complicado para o paciente, a artroscopia exige uma excelente qualificação e treinamento específico dos cirurgiões, pois a articulação do quadril é uma articulação profunda e a com maior grau de dificuldade para sua abordagem, além de necessitar de uma boa qualidade de equipamentos e estrutura hospitalar adequada. Todos os pacientes devem ser devidamente selecionados para este procedimento cirúrgico, sendo avaliadas e esgotadas as outras possibilidades de tratamento.
Maiores detalhes sobre tempo de recuperação pós cirúrgica, prognóstico, tempo de internação, retorno as atividades, explicação detalhada sobre esta técnica e a possibilidade de tratamento por ela, torna-se individual em cada caso devendo ser discutida com o especialista habilitado.

Artroscopia de Quadril – Imagens

Fraturas do Quadril e do Anel Pélvico

images (3)As fraturas do quadril e do anel pélvico (sacro, pelve e acetábulo) são lesões que permanecem sendo como uma das mais comuns em pacientes idosos e em menor frequência nos jovens, ocorrendo nestes devido a acidente e traumas de alta energia. Já nos idosos, além de sua maior frequência podendo ocorre em traumas de baixa energia, estão associadas à elevada taxa de morbidade e mortalidade.
Essas fraturas são em alguns casos consideradas lesões complexas, podendo estar associadas a outras lesões. São fraturas que merecem uma atenção especial em qualquer idade e sexo. Necessitando sempre uma avaliação e acompanhamento por um médico experiente.
Cada caso deve ser avaliado individualmente, mas com um melhor aperfeiçoamento das avaliações radiográficas destes pacientes, o aperfeiçoamento de materiais, instrumentais cirúrgicos, medicações e a melhora da padronização e classificação destas fraturas, esses pacientes apresentaram uma melhora considerável no seu tratamento nos últimos anos.
Outra grande conquista foi o melhor aprendizado e aperfeiçoamento em lidar e tratar essas fraturas por especialidade, sendo que o especialista acaba lidando com maior frequência com este tipo de lesão podendo desenvolver o tratamento apropriado e adequado para cada paciente, estabelecendo uma ordem de tratamento mundialmente aceito e com bons resultados.

Fraturas do Quadril – Imagens